No Dia Internacional da Não Violência, comemorado em 2 de outubro, os alunos dos Cursos Profissionais (2º TAE e 2º TT), no âmbito do projeto “Escola Unesco”, organizaram a exposição que pode ser apreciada no cubo situado à entrada da Escola.

Relembrámos, neste dia, o 150º aniversário do nascimento de Mahatma Gandhi, o ícone global da paz que marcou, positivamente, tanta gente.

 A influência deste grande líder continua a manifestar-se em todo o mundo, nomeadamente através do trabalho desenvolvido pelas Nações Unidas, visando, a igualdade, o desenvolvimento sustentável, o empoderamento dos jovens, a compreensão mútua e a resolução pacífica de conflitos.

       Mohandas Karamchand Gandhi, ou Mahatma (Grande Alma) Gandhi, nome por que ficou conhecido este grande pacifista, nasceu em Porbandar, na Índia, no dia 2 de outubro de 1869 e faleceu em 1948. Foi educado na crença do deus hindu Vishnu, que tem como princípio a não violência.

A atividade política de Gandhi esteve sempre ligada ao pensamento filosófico da não violência, tanto no movimento pacifista da África do Sul como na independência da Índia.

Destacam-se duas frases de sua autoria que ilustram a sua atuação pacifista:

  • “A não violência é uma arma do forte”.
  • "A não violência é a maior força à disposição da humanidade. É mais poderosa do que a mais poderosa arma de destruição concebida pela engenhosidade do homem".

     Na página das Nações Unidas pode, ainda, ler-se: “O nome de Mahatma Gandhi transcende os limites da raça, religião e estados-nação e emergiu como a voz profética do século XXI”. Neste sentido, Gandhi é, indubitavelmente, uma importante referência histórica dos movimentos pacifistas.